SERVIÇOS

Doenças do Aparelho Digestivo

• Gastroenterologia e Cirurgia do Aparelho Digestivo

Trata das doenças do tubo digestório, tanto clinicamente como por meio de cirurgia ou endoscopia. Dentre as afecções mais comuns encontram-se esofagites, hérnias do hiato esofágico, gastrites, úlceras gástricas e duodenais, tumores malignos e benignos do aparelho digestivo, doenças do fígado, distúrbios funcionais do intestino como síndrome do cólon irritável, doenças causadas por má absorção dos alimentos, alergias alimentares, diarréias agudas e crônicas, etc.

• Coloproctologia

A Coloproctologia compreende o estudo, diagnóstico e tratamento, tanto clínico quanto cirúrgico, das doenças do intestino grosso, reto e ânus. Incluem-se no grupo os tumores benignos e malignos do intestino, as doenças inflamatórias intestinais (Doença de Crohn, Retocolite Ulcerativa), as doenças que levam a constipação intestinal, a doença diverticular e as doenças do reto e ânus. Entre as doenças anais mais comuns estão as hemorróidas, as fissuras e as fístulas, geralmente produzindo dor e sangramento e podendo ser confundidas com o câncer colorretal.

Endoscopia Digestiva

• Endoscopia Digestiva

A endoscopia digestiva é a especialidade que envolve o diagnóstico e tratamento das doenças de todo o tubo digestório por meio de endoscópios. Geralmente é dividida em endoscopia alta (esôfago, estômago e duodeno) e baixa (cólon, reto e ânus). Essa última compreende a colonoscopia e a retossigmoidoscopia. Há também a colangiopancreatografia endoscópica retrógrada, que examina as vias biliares e pancreáticas e a enteroscopia, que examina o intestino delgado.

Com o uso de vídeoendoscópios modernos, as imagens são obtidas pela introdução de tubos flexíveis através da boca ou ânus, que provêm imagens de alta definição da mucosa do tubo digestório. Permite o diagnóstico adequado e, muitas vezes, o tratamento das doenças encontradas, como a retirada de alguns tumores malignos ou benignos, evitando operações maiores e com mais riscos.

• Endoscopia Digestiva Alta

Também conhecida como esofagogastroduodenoscopia, a endoscopia digestiva alta provê o diagnóstico e, muitas vezes, o tratamento endoscópico das doenças que afetam o esôfago, estômago e duodeno, como úlceras, gastrites e tumores. Pode ser realizada com ou sem sedação, embora essa última garanta conforto e tranquilidade durante o exame. Permite biópsias, retiradas de pequenos tumores e dilatações de estreitamentos. Também possibilita a colocação de próteses em lesões malignas e benignas que afetam, principalmente, o esôfago e o duodeno.

• Colonoscopia e Retossigmoidoscopia

A colonoscopia é a endoscopia de todo o cólon (intestino grosso), do reto e canal anal. O colonoscópio é um tubo flexível, introduzido no ânus e que pode alcançar até as porções finais do intestino delgado. O procedimento é seguro e indolor, quando realizado sob sedação adequada. É capaz de demonstrar doenças localizadas no interior do intestino, com imagens e biópsias, retirar pólipos e pequenos tumores, cauterizar hemorragias, fazer dilatações e tunelizações de tumores e estreitamentos, que não possam ou não devam ser operados, com a colocação de próteses especiais. A retossigmoidoscopia tem alcance menor, examinando o reto e o cólon sigmóide, podendo se estender até o cólon descendente.

Estudos de

Fisiologia Anorretal

• Manometria Anorretal

A manometria anorretal permite o estudo e orienta o tratamento das doenças funcionais que envolvem o reto e o ânus, especialmente a incontinência e as diversas formas de obstipação intestinal e dor pélvica crônica.

© 2017 Clínica Lucano. Todos os direitos reservados.